Visitantes

domingo, 20 de junho de 2021

APENAS UM NOME

O beijo do sol me amanhece

com seu ouro 

impregna de calor

jánelas e portas abertas 

a alma que tenho 

e a esse dia que promete

um balé de beija-flores 

conjuração de asas 

para o que mal sei ainda...


 o cheiro bom de um café à mesa

me perfuma a boca, rejuvenesço 

de repente, um sopro

choque anímico

súbita transfusão 

do que paira em mim

escrevo um nome 

na palma da mão - que louca! 

apaixonada por um alguém

que,  ainda, não conheço....


Maria Lucia (Centelha)

 


31 comentários:

  1. Respostas
    1. Agradecida Francisco. Gosto quando vc vem , me sinto feliz.
      Beijo fraterno !!

      Excluir
  2. Poema lindíssimo que me deliciou ler. Amor, desejo em conhecer alguém, originou um poema maravilhoso.
    .
    Um domingo feliz. Abraço
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que se deliciou em ler, poeta amigo Ricardo. Gostei de saber.
      Beijo e feliz nova semana pra ti...
      Beijinhos !!

      Excluir
  3. Boa tarde de domingo, querida amiga Maria Lúcia!
    Bonito esse enamorar-se por alguém que ainda não conhecemos.
    O cheirinho do café perfuma a casa e a boca.
    O sol nos beija pela manhãzinha e nos enche de energia.
    Mais um lindo e delicado poema
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos carinhosos e fraternos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um momento mágico esse ,, de se enamorar por alguém que talvez venhamos a conhecer ....São as idealizações que por vezes , o ser humano faz.
      Grata minha doce amiga Rosélia.
      Feliz nova semana pra ti. Bjo carinhoso.

      Excluir
  4. O amor como o sangue que corre nas nossas veias
    Gostei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o sangue que corre em nossas veias, é o que garante a nossa vida, é o amor é a mesma coisa. Disseste bem, Porventura.
      Beijinhos !!

      Excluir
  5. Um poema que faz o leitor pensar sobre os caminhos do sujeito de enunciação. Ele nomeia, inventa, descobre. E o faz desde os primeiros raios de sol ao revelar a relação que mantém com os elementos enumerados: o beijo do sol, balé de beija-flores, o cheiro do bom do café, o rejuvenescimento, o choque anímico, elementos que a criam a atmosfera para, digamos, uma dupla confissão: a escrita de um nome e relação entre o sujeito e o nome escrito, que é objeto de desejo, antes de culminar no verso final: “que ainda não o conheço”.
    Beijos, Maria Lucia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um prazer imenso ler suas considerações sobre os meus poemas, José Carlos. Me sinto privilegiada, honrada, pela leitura que faz dos meus escritos. Impressiona-me a sua visão lúcida em se aprofundar nos versos, despir a palavra, e buscar o sentido real, psicológico do ato de escrever. É como se fosse um espelho.
      Gratidão por me possibilitar também fazer uma re-leitura do escrevo e me motivar, a aprimorar a escrita.

      Beijos beijos beijos !!

      Excluir
  6. Olá, Lucia!
    Poema, de bela e sublime suavidade....

    Na palma da mão, o sonho
    de um dia te encontrar
    te oferecer uma flor
    e envolto neste langor
    me permitir te amar
    nesse sonho, nessa epopeia
    poder então te abraçar
    e de manhã, de manhãzinha
    com a tua mão na minha...
    o café saborear.

    Parabéns pela inspiração!

    Beijinhos e feliz semana!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns a ti também Mario Margaride, poeta e amigo, pela poesia inspirada que me deixas em forma de comentário. É uma honra imensa ser agraciada com seu carinho poético.

      Feliz nova semana. Beijinhos !!!

      Excluir
  7. Um poema apaixonante! lindo de se ler!:))
    ~~
    Queria ser, muito mais, que um Ser
    ~~
    Beijos, e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou de ler, minha querida Cidália. Gratidão.

      Beijinhos e feliz semana !!

      Excluir
  8. Boa noite, minha querida amiga Maria Lucia!
    O seu poema é tão enigmático e apaixonante de se ler!
    Um doce beijinho!
    Megy Maia💛🌻💛

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeee Linda Megy Maia !!!

      Amo ler e escrever textos ou poemas enigmáticos. E se achaste apaixonante, pronto, fiquei feliz.
      Grata por ter vindo, flor !!
      Beijinho doce !!

      Excluir
  9. Eu não me importo de ser processado
    de essédio por seus leitores caso achem
    que estou “te” cantando, mas tu és, Maria
    Lúcia, a mais doce mulher com quem tenho
    falado. És doce comigo e com todos, eu tenho
    certeza. Principalmente nos teus comentários
    quanto aos textos que lês e comigo não fostes
    diferente. Quanta doçura eu vi nas tuas palavras.
    Um beijo e muito obrigado por me permitir
    conhecer pessoa tão agradável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uauuuu!! Silvio sinto-me assim, sem palavras, logo eu amante delas kkkkkkkkkkk...Gratidão por suas palavras que me abriram um sorriso imenso até as orelhas. Oh, meu amigo, creia, é de coração, com sinceridade mesmo, que respondo e faço meus comentários. Meu jeitão brasileiro de ser. Muito, muito obrigada, querido. Receba aí mil e dois beijinhos de mel !!

      Excluir
  10. Doce amiga poetisa Maria Lucia ....
    Simplesmente lindo lindo o poema ,amei ler ...
    Com carinho sempre tenha uma feliz semana iluminada !
    Abraço carinhoso...🙏💐

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda flor Cris !!
      Simplesmente amo quando vens ler e comentar. O perfume e a doçura de tua alma, permanece por aqui.
      Abraço carinhoso!!

      Excluir
  11. Respostas
    1. OLá Isa, bom te ver por aqui. Gratidão, por ter vindo.
      Beijinhos amiga !!

      Excluir
  12. Maria Lucia,
    Verdadeiramente apaixonante o teu poema!
    A paixão circula nas artérias como um magma que nos alimenta!

    Doces beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida poeta, a paixão é aquela chama, combustível que nos dá ânimo novo, motivação, entusiasmo. A paixão é a delícia que sempre nos reinicia.

      Que bom que vieste Albino, que bom mesmo !!!
      Beijos doces.

      Excluir
  13. Há muito de enigmático no seu poema.
    Talvez que a mensagem se possa deslindar com a necessidade que temos de amar alguém e, naturalmente, ser amados.
    Abraço de amizade.
    Juvenal Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso que disseste , amigo poeta Juvenal. Pode ser também, esses casos de paixão a primeira vista. Leste que a personagem escreveu um nome na palma da mão ? Então, o nome , pelo menos, ela tem . risos ....
      Grata meu querido Juvenal , pela vinda sempre esperada por mim.
      Beijinhos !!

      Excluir
  14. Olá Maria Lucia,
    Esplêndido este seu poema de um amor misterioso que, ao que parece, se tornará em algo muito forte!
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isamar!...

      Que bom que gostou, querida. Que se torne algo muito forte, amiga !! rsrs

      Grata pela presença e comentário. Beijinho !!

      Excluir

Que bom que veio!!
Sinto-me grata e feliz por isso!
Graças a um poder imortal a poesia se solta da palavra e se desmancha na alma de quem a recebe